domingo, 29 de janeiro de 2017

Embalagem feita de plástico biodegradável à base de algas

A estudante de design Austeja Platukyte, projetou uma gama de embalagens  utilizando um material feito a partir de algas, que podem substituir as formas não-biodegradáveis de  plástico. Platukyte utilizou apenas dois ingredientes: o agar, o qual é derivado de algas, e carbonato de cálcio, que é impregnado com cera emulsionante. O material é forte o suficiente para proteger os produtos, mas continua a ser leve e também é à prova d'água. Após a sua utilização, pode ser compostado, ou usado como um fertilizante para ajudar a manter a umidade do solo.
A embalagem também pode ser descartada e deixada para degradação natural. Para provar a biodegradabilidade do material, o designer enterrou a embalagem no início do ano e vem monitorando regularmente sua decomposição gradual.
Outros designers recentemente exploraram o uso de materiais à base de algas em tudo, desde  móveis  a  corantes têxteis. "A embalagem é o resultado de uma prática experimental que visava encontrar um substituto para o plástico sintético utilizando apenas os recursos naturais que mais tarde pode formar um novo ciclo na natureza", disse Platukyte , que se formou na Academia de arte de Vilnius no Curso de designe este ano.
"Eu tinha testado uma série de materiais naturais, bem como suas misturas antes de encontrar a solução mais adequada."A designer usou o material para formar uma linha experimental de embalagens em forma de tigela, que incluía tampas de madeira compensada que foram anexadas a recipientes usando faixas de borracha natural.
Ela mostrou isso como parte de seu projeto final para mostrar como a embalagem poderia ser usada para uma variedade de produtos ou substâncias diferentes. Platukyte também salvou todos os resíduos criados durante o processo de design e planeja incorporá-los em futuros projetos. "Ao trabalhar na minha tese final, tenho seguido a filosofia de desperdício zero e procurei lançar luz sobre um problema cada vez mais prevalente de poluição ambiental, bem como reduzir seu impacto através dos processos e produtos alternativos que eu crio", disse ela.


0 comentários:

Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More